• Giovanna Oliveira

6 Contas do Instagram para quem produz conteúdo

Um dos temas mais abordados quando falamos de marketing digital é a produção de conteúdo. No Brasil são mais de 60% da população com acesso à internet, segundo o IBGE. Isso significa que 126,3 milhões de pessoas são bombardeadas diariamente com um alto volume de informação segundo a mesma pesquisa.

Apesar do cenário propício para o empreendedor que deseja escalar suas vendas, o cliente é submetido a um excesso de imagens, vídeos, textos e áudios o que dificulta muito o engajamento real naquilo que é postado.

O marketing digital corresponde a um conjunto de ferramentas, pagas ou gratuitas, que performam em conjunto para vender um produto ou serviço. O marketing bem feito integra essas ferramentas como um todo e de forma coesa, visando criar uma linha de raciocínio junto com o cliente para que a associação do conteúdo postado com os valores, produtos ou serviços das empresas que os anunciam seja feita de forma subconsciente.

Mas como chamar atenção em um meio tão diverso?

Não se fala de venda sem falar de conteúdo. É através dele que o usuário julga se deseja ou não conhecer melhor o trabalho de quem o criou, é a vitrine de quem anuncia no digital. Contudo, mesmo dentro desta linha de raciocínio, é possível criar conteúdos que tragam informações que farão diferença na vida de quem foi impactado por ele. Trata-se do conteúdo rico. Junto com um bom posicionamento de marca é ele que vai chamar a atenção do cliente. No meio de tanto excesso a qualidade começa a sobrepor a quantidade quando se questiona o que deve ser postado.

Hoje trazemos um compilado de 6 contas de agências que consideramos dentro da LM como porta vozes dessa linha de raciocínio.

1) Agência Cative! (@cativeagencia)

A Cative! é a agência de comunicação composta, segundo elas, “um time de mulheres comunicadoras especialistas em comunicar o propósito de marcas visionárias.”

A visão da agência é traduzida de forma maravilhosa no conteúdo que ela produz. Muito além do posicionamento elas conduzem seus seguidores através de uma análise mais aprofundada, mas de forma didática, contribuindo desta forma para a construção do senso crítico de quem está consumindo o que foi postado.

Além disso, parte do conteúdo compartilha com o usuário dicas de como elevar a a qualidade daquilo que posta.

2) RPretas (@rpretas_)

Coletivo idealizado por três mulheres pretas relações-públicas a fim de estruturar e pensar a comunicação voltada à cultura preta e periférica local.

Essa é a bio que você encontra no Instagram das RPretas. Ao observar as postagens você vai ver que o engajamento delas vai muito além dos números surpreendentes que a conta traz: eles são o reflexo de um conteúdo bem feito por pessoas que tem propriedade sobre o assunto.

3) CO>PHY (@co_phy)

A CO>PHY é uma agência de comunicação que traz de forma expressiva o conceito do slow content ou conteúdo lento. É uma abordagem diferente focada na qualidade e aliviar a grande quantidade de informação que impacta o usuário e pode inclusive afetar sua saúde mental. Em relatório de uma pesquisa realizada em 2017, a Royal Society for Public Health (RSPH) apontou a necessidade de atentar-se ao efeito das redes sociais principalmente na parcela mais jovem:

“As expectativas fora da realidade estabelecidas pelas mídias sociais podem deixar os jovens com sentimentos de insegurança, baixa autoestima e em busca de um perfeccionismo que pode se manifestar através da ansiedade. O uso de mídias sociais, principalmente operado através de várias contas simultâneas, também demonstrou estar associado a sintomas de ansiedade social.”

Você pode acessar o relatório da pesquisa aqui.

4) Obvious (@obviousagency)

Muitos usuários seguem a Obvious sem saber exatamente o que ela é. A Obvious Agency é uma plataforma de narrativas femininas, segundo a própria agência. O trabalho dela é exposto de forma muito interessante em suas redes sociais, principalmente Instagram. A agência acaba atraindo o usuário antes de atrair os clientes, isso reflete em trabalhos 100% alinhados com os valores da agência. Em entrevista para Ariel Bentes, a CEO da Obvious Marcela Ceribelli dividiu que seus clientes já procuram a agência visando o seu posicionamento e identidade nas campanhas.

5) THE MARKETING HUB (@themarketinghub.br)

O Marketing Hub traz conteúdos simplificados sobre marketing, branding e comportamento do cliente em seus posts. Além de posts com dicas práticas de como aplicar as ferramentas de forma mais eficaz, o Marketing Hub propõe discussões importantes sobre a humanização do conteúdo, acompanhando a tendência dos usuários de buscar experiências mais realistas mesmo na internet.

6) TrendWatching (@trendwatchinglive)

Conteúdo em inglês. A TrendWatching traz uma proposta diferente por tratar-se de uma agência de inovação. Com um feed voltado para a divulgação de práticas inovadoras voltadas para o ecossistema principalmente de empresas de maior porte, a agência criou uma lista gratuita de divulgação de conteúdos sobre inovação que pode ser assinada aqui.

O interessante da TrendWatching é buscar referências de inovação e trazê-las para a realidade de outros empreendedores. A intenção é voltar-se para a sociedade e buscar maneiras diferentes de se posicionar.

Todos os links citados estão listados a seguir:

Relatório RSPH “#StatusOfMind - Social media and young people's mental health and wellbeing” (em inglês)

Entrevista CEO da Obvious Agency Marcela Ceribelli.

Post LM: Não é porque você (tecnicamente) pode, que você deve.

Bold Pivots. Assinatura da lista de conteúdos sobre inovação da TrendWatching.

0 visualização
LOGO-LMbrnco.png

© 2020 LM&Co.

 

Bauru>

Bauru: R. Manoel Pereira Rolla 18-50

17012-190

São Paulo: R. Dr. Paulo Vieira, 374.

01257-000

CNPJ: 30.613.593/0001-22

(14)981969412

A entrega de produtos pode variar conforme disponibilidade e produção.

xkhgh.png