3 perguntas: Leonice Flores - O artesanato como autonomia e autoestima

Atualizado: Fev 26

O 3 perguntas está de volta com a história cativante de Leonice Flores, uma Artesã e Empreendedora, nascida no Espírito Santo e que hoje espalha muito amor e cultura por Piracicaba- SP.


Leonice é uma de muitas empreendedoras que iniciou seu negócio como hobby. Começou a desenvolver suas peças a partir da técnica de pátina e a pedido dos vizinhos começou a dar aulas de artesanato em seu apartamento, e durante alguns anos juntou o investimento necessário para criar o “Feito por Mim”.


O empreendimento foi crescendo e Leonice foi convidada para um ponto maior em um local com mais fluxo, se mudou e decidiu revender produtos de outros fabricantes por causa do aumento da demanda, incluindo artigos e presentes na loja. Por quatro anos ficou nesse local e a "Feito por Mim" foi crescendo, ficando sem espaço para expor os produtos. E por fim, alugou uma outra loja 3x maior para poder suprir essa demanda.


Por motivos de saúde psicológica e física, Leonice não estava sentindo mais o prazer de estar naquele local de trabalho. Passou um tempo sem perspectiva até que uma amiga a chamou para montar um ateliê pequeno de costura, nas mesmas casinhas que tinha alugado pela primeira vez na cidade, foi um recomeço! Era outro tipo de artesanato que ela não tinha experiência, e por isso foi atrás de cursos de costura criativa e acabou encontrando um workshop de boneca e resolveu trazer essa novidade à Piracicaba. O curso foi feito e se apaixonou, na saída do primeiro workshop já tinha conseguido fechar encomendas em grande quantidade.


No começo teve vontade de desistir, achou que eu não daria conta da demanda, que iria acontecer a mesma coisa da última vez e, por isso, tentou liquidar os produtos, mas a compradora desistiu de última hora, um aviso do destino. Então, decidiu voltar a desenvolver o seu negócio, começou a dar aulas novamente para não ficar tão sozinha, foi se desenvolvendo por 3 anos no ateliê economizando e administrando o lucro.


"Um dia eu estava em um posto de gasolina esperando o meu marido abastecer o carro, reparei em uma casinha antiga com uma senhora na varanda jogando a chave lá de cima pro filho pegar. e fiquei imaginando a vida dela, como era gostoso o filho ir visitá-la depois do trabalho. Após algum tempo descobri que a casa estava à venda e como eu já tinha um dinheiro guardado comprei a casa, comecei a reformá-la, encontramos diversos terços e objetos católicos, está guardado comigo até hoje." conta Leonice.


Desde então, focou no negócio e hoje faz o que mais ama: arte com amor!

Este ano, o ateliê “Feito por mim” completa 20 anos de empreendedorismo, construindo um ambiente acolhedor e um lar com cheirinho de arte e amor.


Leonice Flores - Fonte: Arquivo Pessoal

O 3 perguntas hoje é com a Leonice.


Como empreender te ajuda a tornar seus sonhos reais? Você vê isso ocorrendo com outros artesãos ao seu redor?

Com o empreendedorismo consegui adquirir a experiência necessária para me desenvolver na área em que me apaixonei, me proporcionou passar por situações desafiadoras que me tornaram muito mais forte como mulher, mãe e empreendedora.


A partir dessa longa prática, hoje consigo cada vez chegar mais perto de realizar o meu sonho de construir um ambiente que entrega o valor que eu quero transmitir. Vejo isso em todos os artistas que estão motivados e querem empreender, o caminho é longo porém necessário.



Leonice em seu ateliê


Em um mercado focado no consumo excessivo, a inserção do afeto nos produtos e valorização do artesanato barra na precificação. Como você busca valorizar seu trabalho?

A produção excessiva, se não for muito bem administrada, pode causar muita dor de cabeça. Digo isso por experiência própria, não precisamos produzir muito, precisamos fazer com qualidade. Eu busco valorizar o meu trabalho nos pequenos detalhes, faço com carinho para que eu consiga transmitir esse sentimento através do meu produto, fornecendo naturalmente ao cliente esse retorno sobre o investimento.


Como a identidade do "Feito por mim" pode te ajudar a levar arte e cultura para sua comunidade? E além da marca, o seu ofício de artesã, como ele impacta as pessoas ao redor?

A identidade foi criada por mim mas também pelas pessoas ao meu redor, foram elas que me fizeram conseguir chegar aonde estou hoje, os clientes fazem parte dessa identidade, cada um. Os produtos são sempre vendidos como presentes (entregando esse amor à alguém ou a si mesmo), ou para decoração e uso próprio (levando esse carinho ao seu lar) . Vendo muito por indicação pois quem recebe se sente acolhido e quer também retribuir, gerando um ciclo de reciprocidade, de amor.

Logo "Feito por mim" desenvolvido pela LM&Co.


(Bônus) - Qual a sua mensagem para quem quer construir uma vida com o artesanato, ainda que estejamos vivendo um momento político de descaso com a classe artística?

O momento pode estar difícil, mas a recompensa em trabalhar com o que amamos é gratificante. A minha mensagem é para os artistas não desistirem, lutem pelos objetivos.



Para conhecer mais a "Feito por mim" acesse: instagram.com/loja.feitopormim/


29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Instagram Social Icon
  • Facebook
  • Youtube
LOGO-LMbrnco.png

© 2020 LM&Co.

Bauru>

Bauru: R. Manoel Pereira Rolla 18-50

17012-190

São Paulo: R. Dr. Paulo Vieira, 374.

01257-000

CNPJ: 30.613.593/0001-22

(14)981969412

A entrega de produtos pode variar conforme disponibilidade e produção.

xkhgh.png
pacto-global.png